Qual a diferença entre restauração e obturação dentária?

A dentística restauradora é a área da odontologia que trata da recuperação de dentes danificados. De uma simples cárie até a extração de um nervo ou qualquer deformidade que o dente venha a ter em decorrência de uma intervenção, é de responsabilidade do especialista nesta área recuperar o dano e deixar o dente o mais próximo possível com o natural, mantendo suas funções.

Para tanto, existem dois procedimentos: a restauração e a obturação dentária. Parece fácil distinguir um do outro, mas nem sempre fica claro qual é o papel de cada procedimento dentro do consultório. Que tal tirarmos todas as dúvidas?

 

Obturação dentária

A obturação é um procedimento que visa reconstruir o dente cariado ou que sofreu perda de alguma estrutura, como um nervo, por exemplo. Durante o tratamento dentário, o dentista é forçado a retirar parte deste dente e, logo após, recuperá-lo de forma que ele venha a se manter funcional para o paciente e com uma estética adequada.

O intuito é cobrir a área tratada para livrá-la de bactérias e infecções que possam piorar o quadro do paciente e levá-lo à perda do dente ou ainda complicações ainda mais sérias.

A obturação é feita, frequentemente, com amálgama, um tipo de metal cinza. A eficiência do material é excelente, sendo durável por vários e vários anos. No entanto, esteticamente pode comprometer a autoestima do paciente. Por exemplo, uma obturação que seja feita em um dente que fica visível sempre que o paciente sorri pode deixá-lo envergonhado.

 

Restauração dentária

A restauração é praticamente igual à obturação, é realizada em decorrência de um tratamento dentário que prejudica a estrutura do dente, criando a necessidade de recuperação do mesmo. No entanto, a restauração é feita com resina, uma massa branca quase igual à cor do dente, o que preserva a estética e deixa o paciente mais satisfeito com o resultado final.

A restauração também pode ser feita em dentes quebrados, devolvendo ao paciente tanto a função do dente quanto a autoestima com um belo sorriso.

 

BRIX3000 pode reduzir a necessidade de obturação

Todo procedimento de extração de cáries é um tanto quanto invasivo e deixa sequelas que devem ser tratadas por meio da obturação ou restauração dentária. Muitos pacientes evitam ir ao dentista para o tratamento de cáries justamente pelo incômodo da anestesia e da força que o profissional tem que aplicar para retirar a cárie, o que acaba aumentando ainda mais o problema.

Atualmente, existe um novo procedimento para extração de cáries que pode acabar com essa situação: o uso de BRIX3000, um gel que, quando aplicado à área afetada, amolece a cárie, facilitando a extração da mesma com simples raspagem.

Como o buraco que fica após o tratamento é bem menor, o dentista pode simplesmente aplicar a resina e realizar a restauração, evitando que o paciente tenha que ter o dente preenchido com amálgama.

Além de tornar o procedimento bem menos doloroso para o paciente, o tempo de atendimento é reduzido consideravelmente, já que o BRIX3000 age em apenas dois minutos. A quantidade de cáries extraídas a cada atendimento é maior, reduzindo também o tempo de tratamento do paciente.

É mais economia e produtividade para o dentista e maior satisfação para o paciente, por isso, muitos profissionais já estão utilizando esta técnica.

Agora que você já sabe a diferença entre restauração e obturação dentária, que tal conhecer melhor o BRIX3000?

Publicado em Novidades Por

Presoti Comunicacao